Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blog de AlGo

Por Alexandra Gomes

Blog de AlGo

Por Alexandra Gomes

05
Out20

Vi "The 100"

... mas ao contrário do que disse aqui e aqui, agora vos digo: não vejam.

Quer dizer, vejam, mas só até à temporada 5. Acreditem em mim.

No fim da 5, pensem que acabou.

É provável que achem que é um final aberto, mas confiem em mim, é bem melhor um final aberto do que esta merda o que eles fizeram.

A sexta é um encher de chouriços tal que, nem que sejam chouriços veganos, não se engolem com facilidade e a sétima, bem!! A sétima... Seres de luz? A sério? Mais valia que os tivessem electrocutado. 

Criadores da série, vão se flutuar.

Por acaso, o fim, o finzinho mesmo, até foi bonito e fez sentido, mas... não valeu pelo frete de uma temporada inteira, em que transformaram humanos de verdade em seres místicos. Em que tantas perguntas ficaram sem resposta. 

"The 100" sempre foi uma série sobre sobrevivência, nunca sobre transcendência.

"we cannot meet again"

"Yu gonplei ste Odon" 

19
Set18

Vi "The 100"

... e gostei para lá de muito.

 

Agora me lembro porque nunca mais me tinha dedicado a séries e porquê que desde "Lost" não voltei a ver uma seguida... a espera. 

     Quero mais episódios e não tenho porque ainda não há... então mas isto tem algum jeito?

 

E porquê que gosto tanto destes desgraçados desta série (tentando não desvendar nada) para além dos jeitosos e dos muito jeitosos que por lá andam?

- Gosto do guarda roupa extraordinário e da banda sonora. Completavam as cenas como se de verdadeiras personagens se tratassem.

- Há verdadeira igualdade de géneros, quer pelas várias mulheres que assumem o poder em muitas situações quer pelo facto das escolhas (por exemplo quem vai à luta) serem baseadas nas capacidades e não no que têm entre pernas.

- A normalidade com que é abordada a sexualidade. Sempre tratada de forma intima, sem influenciar nada além da vida social das personagens, como deveria ser na vida real.

- Foi sempre relativamente fácil perceber os motivos que levavam as personagens a fazer as mais variadas atrocidades. Podia não concordar com muitas coisas, mas entendi sempre as opções.

 

Houve coisas que me faziam pensar: "só numa série", porque realmente eram "impossíveis" na vida real.

- O facto de levarem porrada quase até à morte e recuperarem tão bem. Aquela médica salvava o SNS em três temporadas. Vai a todas a doutora.

- Do nada fazerem tudo. Resolviam as mais variadas situações com uma espécie de "espírito MacGyver" da era espacial. Tinham dois cabos, uma chave de fendas e um decilitro de "gasolina"? OK, ´bora para o espaço. (isto não aocnteceu, não é spoiller, mas podia ter acontecido)

- Tinham todos um pouco de S. Benedito. "Não come nem bebe mas anda sempre gordito". (bom, nem sempre foi fácil... mas bonitos eles são).

 

Venha de lá a 6ª temporada que estas cinco passaram muito rápido.