Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blog de AlGo

Por Alexandra Gomes

Blog de AlGo

Por Alexandra Gomes

Pai Natal e os Oito Pássaros (21/24)

21.12.18

Malta com demasiado tempo livre, que passam tardes com as pernas elevadas mesmo sem necessidade... dá nisto.

Até dia 25, vamos publicar, à vez, uma parte de um texto que terá de ser continuado pelo seguinte desocupado. Dia 25, traremos a história completa...

Podem ver o início aqui e depois seguem os links...

Resolvida a questão dos Reis Magos e das modernices que inventaram, os pássaros decidem tomar conta do Natal. 

- "É preciso por ordem nisto" diz o Pássaro 1, chamemos-lhe Passarão. "Não se pode cancelar o Natal. Temos é que fazer com que seja uma festa inesquecível.

Ideias, vá, tudo a dar ideias."

Pássaro 2 revira os olhos: "Deves pensar que és o "team leader" do pedaço tu!!"

- "Vocês vejam lá o que arranjam, ainda se dá um drama", prevê Pássaro 3.

Pássaro 4 tem mais uma ideia: "Podíamos fazer uma corrida solidária, eu vou devagarinho".

"Com um pic nic no fim", diz Pássaro 5 que ainda tem restos do casamento que quer despachar.

O Pássaro 6 oferece-se logo: "Eu tiro as fotografias."

O Pássaro 7, fecha o livro e proclama: "Pode-se fazer uma troca de prendas. Pode ser livros, por exemplo".

Pássaro 8: ... bom, o Pássaro 8 nem está a ouvir a conversa. Oh Mula? dá lá a tua ideia para celebrar o Natal.

 

Pai Natal e os Oito Pássaros (13/25)

13.12.18

Malta com demasiado tempo livre e ideias que fazem "flop, flop, flop" na cabeça... dá nisto.

Todos os dias, até dia 25, vamos publicar, à vez, uma frase que terá de ser continuada pelo seguinte. E depois, dia 25, traremos a história completa... Tenham medo. Eu tenho.

Podem ver o início aqui e depois seguem os links...

Nicolau assistia à cena do Menino enquanto morfava um caril de lentilhas que roubou da cozinha do Cidalino... já tinha feito uns "burpees" e preparava-se para a aula de "jump", que para caber nas chaminés a pança tinha que ter a medida certa.

- Idalete, filha, Anda cá. O Menino tem alguma razão. Está desde o início do ano a pedir um overboard e o Zé só lhe deu um carrinho de rolamentos, feito com umas sobras lá da carpintaria... O cachopo não é assim tão mau que não se lhe possa fazer a vontade.

- Para com isso Nicolau. O Zé e a Maria é que sabem. Passas o ano a dizer que só quem se porta bem recebe presentes e depois é ver-te a distribuir embrulhos por todo o lado. Olha dá-lhe um livro se queres ficar amigo Dele.

Entretanto, batem à porta...

Mula, podes abrir por favor?

 

 

Pai Natal e os Oito Pássaros (5/25)

05.12.18

Malta com demasiado tempo livre dá nisto. Um desafio diferente. Todos os dias, até dia 25, vamos publicar, à vez, uma frase que terá de ser continuada pelo seguinte. E depois, dia 25, traremos a história completa.

Parte 1

Parte 2

Parte 3

Parte 4

Idalete encontrou o assistente do Pai Natal a ler. Está sempre a ler o Cidalino.

- "Olha, tens aqui a "To Do" list para a viagem, há coisas para ires comprar, e têm mesmo que cumprir o itinerário, ou não passam de Paris. E este ano tens mesmo que ir que o Nicolau está estranho e não o quero por aí sozinho".
- "Ai não vou não Idalete. Já sei que nas marmitas só vão torresmos e sandes de mortadela e sabes como é difícil encontrar comida vegetariana. Até o leite e as bolachas que os putos deixam nunca são vegan".

Idalete Natal começou a desesperar.

- "Este gajo está a ficar um bocadinho extremista". Pensou

Entrou em casa e gritou para o fundo do corredor: "Rudolfo! Vamos passear".

 

Mula, desabafa... vai que é tua!

 

 

Desafios: Balanço

26.12.17

Eu gosto de desafios no blog.

Muitas vezes são garantia de "assunto", quando falha a imaginação, e são sempre uma boa forma de se ficar a conhecer um pouco mais sobre o "blogadeiro" por trás da página.

 

Decorreram recentemente dois desafios aqui no estaminé. Ambos relacionados com o Natal, um sobre livros e o outro sobre cenas e coisas, que envolveu somente os membros de um magnífico grupo a que os atabalhoados membros chamam "Passarada" (mas que contem seres de outras espécies animais e até humanos).

 

Quanto ao desafio dos livros, devo dizer que não me devia meter nisto, mas isso não significa que não o volte a fazer. Não leio o suficiente, é facto, e tenho dificuldade em recordar tudo o que li, sendo que muitas respostas "vão dar ao mesmo", porque me lembro mais dos que li recentemente e dos livros que me marcam mais. Sim, "O Principezinho" passa a vida a ser falado.

Vou deixar de responder a desafios sobre livros? Claro que não.

 

Quanto ao desafio de Natal da Passarada, que tinha perguntas sobre tudo e mais umas coisas, foi uma forma de me dar a conhecer, de conhecer mais sobre "o bando". Apesar de algumas respostas poderem já ter sido dadas em publicações anteriores, não me importo de ter desafios do género por cá.

 

Façam desafios pessoal, eu alinho quase de certeza.