Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blog de AlGo

Por Mena Gomes

Blog de AlGo

Por Mena Gomes

08
Mar24

O verdadeiro dia da mulher será domingo

Sim, é no próximo domingo, dia 10, que todas nós podemos ir celebrar com pompa o Dia da Mulher. Lembrando que há uns anos não podíamos votar e tendo a consciência que, na vontade de muitos, ainda não o faríamos.

Não se iludam, há muitas almas que ainda nos acham seres inferiores e não é com jantares de gajas que vamos lutar contra eles, é recusando votar em partidos que têm nas suas listas homens que acham normal que uma mulher apanhe porque traiu o marido. Partidos que têm nas suas listas homens que querem retirar às mulheres o direito ao aborto ou, no mínimo, dificultar o acesso ao mesmo.

Não podemos permitir que se volte atrás no tempo, por isso, divirtam-se hoje como quiserem, mas domingo votem. VOTEM em consciência, Votem informadas. VOTEM.

04
Mar24

O CDS quer voltar a referendar o aborto

... porque acham que têm o direito de escolher o que fazer ao corpo de uma mulher.

Estamos em 2024, alguém os avisa?

Ser contra o aborto é legítimo, querer mandar no corpo de outra pessoa é obsoleto.

Ver homens a querer decidir sobre uma coisa que diz respeito somente à mulher chega a ser confrangedor. Só a mulher engravida, tudo se passa dentro do corpo da mulher, por isso homens, lamento, mas não é assunto vosso. Queria ver o que seria referendar um procedimento no sistema reprodutor do homem, era o lindo e o bonito.

Mulheres que são contra o aborto, não abortem. Pronto, assunto resolvido.

 

19
Abr21

Uma mulher queixa-se de assédio sexual

- Muitas reações são a dizer coisas do tipo "isso queria ela".

- Outras tantas dizem que se não se queixou na hora, agora quer fama.

- Várias adiantam que a maioria das denúncias é falsa.

- Algumas aconselham a ignorar e seguir a vida.

- Imensas comentam que agora não se pode dizer nada a uma mulher que é assédio.

Apesar disto tudo, ainda há quem não perceba porquê que tantas mulheres se calam e escondem.

Há "meia dúzia" que mostra compreensão e apoio. A maioria destas é de mulheres que passaram pelo mesmo.

 

09
Abr19

Um "pequeno" passo para o surf

... um grande passo na evolução de mentalidades. 

Prémios iguais para homens e mulheres na Liga Mundial de Surf

Arrisco dizer que para a evolução da humanidade.

 

No futuro, todos vão perceber que as diferenças entre homens e mulheres existem e são boas, mas que em direitos, liberdades e garantias, somos todos iguais.

 

Só se chega lá passo a passo, e pelo menos um desses passos foi dado.

 

07
Nov18

Se calhar não sou feminista

Logo eu, tem piada!!

 

Descobri, porque não me faz confusão nenhuma não ver mulheres nesta "foto de família" da Web Summit.

45548046_1892782457503531_7052580331483824128_n.jp

Aliás, tiveram que me explicar, porque eu nem dei por falta delas.

 

Até que me digam que algum daqueles homens (ou outros) impediu que ali estivessem mulheres, não vejo ali qualquer desigualdade de género.

 

O que me irrita solenemente, e até me envergonha enquanto mulher, é o discurso de "coitadinhas de nós gajas, sempre a sermos discriminadas".

 

Com certeza, andam por aí muitas indignadas da foto que:

- Passam a camisa do marido a ferro porque "é a única coisa que ele não faz".

- "Deixam" o marido ir lavar o carro ao sábado à tarde enquanto aspiram a casa, limpam o pó, fazem o jantar...

- Celebram alegremente porque o marido lhes ofereceu um robot de cozinha no aniversário.

 

O feminismo começa em casa amigas, na vossa casa!!

 

Isto para não falar das que acharam, só porque sim, que "a dançar daquela maneira e assim vestida? Foi violada foi!"

 

O feminismo é lutar por direitos iguais, é mostrarmos em todas as áreas da nossa vida, TODAS, que somos iguais no que tem que ser igual (porque há diferenças, e são tão boas). 

 

E é igual, não é superior.

 

Feminismo e comportar-se como um ser de direitos e deveres iguais e não passar o tempo a lamentar porque fazem de nós diferentes. Até porque muitas vezes, na maioria das vezes, acredito eu, são as mulheres as culpadas. 

 

Tenho para mim que não há ali mulheres porque as mães da "geração tecnológica" puseram as meninas a ajudar nas lides domésticas enquanto os meninos jogavam computador e iam lavar o carro com o pai. Davam Legos aos meninos e Barbies às meninas.

Continuem a comprar cozinhas, esfregonas e tábuas de passar a ferro para as meninas brincarem e depois queixem-se que as vossas filhas não têm tantas oportunidades.

 

O feminismo começa em casa amigas, na vossa casa!!

 

 

 

11
Out18

Não estou a falar do Ronaldo

O que eu não posso aceitar calada é que achem que uma mulher tem que aceitar sexo anal só porque "se sujeitou" a ir para a cama com um homem. Porque uma mulher não tem vontade, não sente desejo, não precisa. Uma mulher sujeita-se a ter sexo e, como tal, sujeita a 100, sujeita a mil. Tem que levar com tudo.

 

O que eu não posso aceitar calada é que, para a mesma situação, ter sexo num primeiro encontro, uma mulher seja enxovalhada e um homem seja "só mais um passeio no parque", uma coisa normal.

 

O que me revolta as entranhas são expressões como "ela pensava que ia jogar às cartas?". Como se uma mulher que lhe apetece ter sexo a dada altura não tivesse o direito de deixar de querer entretanto, ou que mesmo querendo, não pudesse escolher o que quer e tivesse que se sujeitar às vontades do macho que, como toda a gente sabe, depois de começar se torna um animal irracional e não consegue parar nem tão pouco refrear os instintos.

 

Arrasa comigo ouvir que "ela estava lá para isso", como se, por exemplo, uma prostituta só porque o é, possa ser violada. Ou uma esposa, que se virmos bem "está lá para isso", tenha que se sujeitar a todas as taras do marido.

 

Ouvir dizer que se anda a banalizar o termo violação e que isso é uma falta de respeito para quem é realmente violado é tão triste e revela tanta ignorância. Se alguém é forçado a uma prática sexual que não quer, é realmente violado. Não é mais nem menos violado, isso não existe. Pode haver mais ou menos violência, isso é outra coisa, mas a violação está lá. 

 

Muitas destas "pérolas" são de mulheres, o que me deixa triste. O machismo "de saias" é o pior.

 

Agora falando do Ronaldo, não me incomoda que ponham as mãos no fogo por ele, porque não sei o que se passou naquele quarto e também é mais queimadela menos queimadela, incomoda-me é que a presunção de inocência sirva só para quem tem pila.