Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blog de AlGo

Por Alexandra Gomes

Blog de AlGo

Por Alexandra Gomes

23
Jun18

Filme ao Sábado # Tema Tabu

Não tenho temas tabu. Filmes são filmes, vale tudo. (entre pessoas mentalmente sãs e adultas, claro).

 

Lembro-me de haver alguns filmes que vi escondida, porque os meus pais não queriam que visse, serve isso?

"O Último Tango em Paris" e "O Império dos Sentidos" por exemplo. Não gostei de nenhum.

 

Mas há outro que também vi oculta e que adoro até hoje: "Philadelphia"

Acho que foi com este que me "apaixonei cinematograficamente" por Tom Hanks.

 

05
Set17

Vi “Baywatch”

Fã incurável de "Marés Vivas"*, esperava pouco de "Baywatch" nos cinemas.

 

A série teve 11 temporadas, 242 episódios... o filme era só um, pelo que, num misto de entusiasmo e pré desilusão, fui ao cinema pela primeira vez em muito tempo e fui sozinha pela primeira vez na vida (depois falo disso).

 

IMG_20170905_112626.jpg

Não me desiludi. Gostei do filme.

 

Fiquei com a sensação de que, quem não viu a série (há pessoas dessas?), não vai perceber metade das piadas do filme. 

Senti falta da música do genérico épico (tem um bocadinho, mas soube a pouco).

Senti falta da praia... sim, um filme sobre nadadores salvadores tem pouca praia.

 

O que nos remete para a série não é tanto a história, como poderia ser previsível, mas o humor feito à volta dos clichés, muito bem retratados no filme e o facto das personagens terem os mesmos nomes e características fundamentais das personagens "clássicas". Este ponto, era dispensável. Quem via a série está habituado a personagens novas em todas as temporadas e a ver os "clássicos" como sempre foram. Vê-los agora com outras caras é estranho e é preciso fazer um exercício de abstração desnecessário se fossem "novas" personagens.

 

No geral, o filme é bom. Não quer dizer que mereça um Óscar, mas tem ação, adrenalina, humor e amor para que seja um filme que "se vê bem".

 

*Se esta saísse inteira em DVD, naquelas caixas de colecionador, eu comprava.

29
Fev16

"He is the king of the world"

Finalmente Di Caprio.

 

Desde o "Titanic" que a Academia lhe deve um Óscar.

 

Nunca percebi porquê que a sonsa da Rose mereceu ser nomeada e o Jack ficou a ver navios (afundados, no caso). Depois do naufrágio romântico, já poderia ter ganho em "O Aviador", "O Lobo de Wall Street", "O Homem da Máscara de Ferro"... JÁ DEVIA TER GANHO e pronto. 

 

Ganhou agora, e mais vale tarde do que nunca.

 

Em minha defesa devo dizer que esta opinião é mesmo como ator, porque o homem é bonito, mas aquela cara lavadinha e bonita nunca fez o meu género.

Já agora, não tenho nada contra a Kate Winslet, só que se a sua personagem no "Titanic" mereceu distinção, mais merecia a do Di Caprio, já que era uma personagem muito mais rica e igualmente bem interpretada.