Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blog de AlGo

Por Alexandra Gomes

Blog de AlGo

Por Alexandra Gomes

14
Jul21

Ui! Que grande felicidade a das vacas

217635457_10160055086127923_6112581044277552441_n.

Vivem numa bela paisagem, como se isso lhes interessasse, são emprenhadas consecutivamente, enquanto são capazes disso para que o leite que dão sirva para os humanos.

Vocês sabem que não há nenhuma raça de vacas leiteiras, não sabem?

As vacas são mamíferos e para produzirem leite têm que ter bebés. Para terem leite para a indústria, as crias são retiradas às mães, por vezes sem nunca terem mamado. Outras vezes permanecem ao seu lado mas com mamadas impedidas ou no mínimo limitadas. Os machos seguem para o matadouro (carne de vitela, sabem?) algumas fêmeas também, outras seguem para uma vida igual à da sua progenitora.

Quando já não servem para dar leite, passam a ser carne. São transportadas vivas, em condições miseráveis, para o matadouro, algumas vezes durante vários dias.

Amontoadas, com frio ou calor de mais, imundas, esfomeadas e sem água.

Depois são abatidas.

Muitas vezes não morrem à primeira e começam a ser esquartejadas ainda com consciência.

Mas nos anúncios, são sempre vacas felizes.

Comam carne e bebam leite, mas não façam de conta que isso é bom para os animais.

Assumam que isso é uma coisa que não importa e pronto.

24
Jul20

Veterinários??

Pode-se chamar veterinário a alguém que diz que a solução para o problema de sobre-população de animais é o abate?

É esta a opinião da Associação Nacional de Médicos Veterinários dos Municípios. Estão estes seres a ser pagos pelos munícipes para tomar conta dos animais e solucionar os problemas com eles relacionados e o melhor que encontram é mata-los.

Simples assim.

Há muitos? Não há espaço? Mata-se.

Campanhas de esterilização/castração? Desconhecem.

Punição adequada a quem abandona animais? Nem imaginam que possa haver.

Criação de melhores condições para o voluntariado? Isso não é para eles.

Eles simplesmente não querem pensar em soluções.

Veterinários que acham boa ideia matar animais saudáveis é mostra de que ser veterinário municipal não parece um tacho, é.

Chamam eutanásia para parecer melhor, mas nada tem de eutanásia. É abate. E o abate é a única coisa que lhes ocorre para esconder a própria incúria.

 Tristes.

 

Notas:

Eu sei que poderá eventualmente haver um ou outro veterinário que não se revê nesta idiotice, mas é a associação que os representa, por isso a generalização não é desadequada.

A Ordem dos Médicos Veterinários é contra esta parvoíce.

20
Jul20

Nunca se saberá o número de animais que morreram em Santo Tirso

Foram muitos e grande parte poderia ter sido salva.

Se na hora do fogo ainda pode haver a desculpa de poder ser perigoso entrar no terreno, horas depois, com tudo apagado, o socorro aos animais que sobreviveram foi impedido porquê?

A Câmara Municipal de Santo Tirso, o veterinário municipal e a GNR, impediram o acesso ao terreno, porque era privado. Havia ali dentro animais que podiam ter sido salvos e não foram, porque as pessoas que o queriam fazer foram impedidas por um "direito" que lhes pareceu maior. Não é.

Código penal:

Capturar1.JPG

Tudo isto só me cria a forte convicção que há ali muita coisa envolvida, pode ser que ainda se venha a saber.

Há muito que havia queixas sobre o referido "abrigo" e nunca nada foi feito.

O Estado falhou antes, quando não respondeu às queixas, falha na proteção animal em toda a linha e falha dramaticamente neste caso. 

Que se apurem responsabilidades.

Não creio que alguém vá de facto pagar pelo que aconteceu, mas que isto não fique em nada e, principalmente, que não volte a acontecer semelhante.

Espero.

Foi comovente ver tanta gente a tentar fazer alguma coisa, tanta gente a socorrer os bichos. 

 

Eu sei que o Estado também falha com pessoas, sei que há muitas pessoas a sofrer, sei que o fogo também mata pessoas... quem vier para aqui com esse tipo de comentário pode pegar num baldinho e ir à merda.

16
Jun20

A propósito de tratar cão como pessoa

... afinal, como é suposto tratar um cão para que ele nunca se esqueça que é um cão? 

- Com uma corrente amarrada aos pescoço, preso perto de uma casota onde permanece quer chova quer faça sol?

- Dar-lhe a comer todos os restos dos pratos, ossos incluídos, sendo indiferente se o nutre ou se o mata?

Nem vou falar em casos de maus tratos ou abandono, que suponho que toda a gente é contra, pelo menos até encontrar um "bom motivo" para o fazer.

Eu não trato o Tobias como se ele fosse uma pessoa.

Sei que ele é um cão, às vezes até lhe invejo isso, eu trato-o da forma que ele merece, sendo ele um ser senciente que não pediu para vir viver comigo mas que ainda assim agradece em forma de mimo, proteção e amor incondicional como nenhum ser humano é capaz.

Trato-o o melhor que sei e posso, só isso.

 

06
Nov19

Restaurar a fé na humanidade aos bocadinhos

Por certo se lembram do IRA, um grupo de Intervenção e Resgate Animal, muito falado aquando de uma "reportagem", ainda com muito por explicar, da TVI. 

Já conhecia o grupo e o seu trabalho, o que me fez descrer na maioria das acusações então proferidas e que, qualquer olhar mais atento, percebia ser informações manipuladas para servir um objetivo que, esse sim, ainda está por explicar.

Desde essa altura, o IRA tem continuado a intervir em muitos casos com animais e foi amplamente noticiada a sua ajuda no caso da Bebé Matilde e nunca mais se ouviu falar da acusação de terrorismo... Aguardo que se fale, porque o caso não está fechado

Hoje, queria-vos falar de uma das mais recentes intervenções.

Há cerca de um mês foi apresentado na página o caso de um sem abrigo que deambulada pelas ruas de Lisboa com a sua cadela. Pedia-se alimentos para o animal, roupa e medicamentos para o homem.

O IRA andou à procura deles e encontrou-os. Alimentou-os e deu-lhes agasalhos, mas não parou. Para além de tudo o que era necessário para a Kaya, a cadela, encontrou abrigo temporário para ambos, trabalho para o homem e ontem anunciou que o Vítor e a sua cadela têm finalmente uma casa. Continuam a precisar de ajuda, mas têm um abrigo, ânimo para começarem uma vida nova e,  muito importante, dignidade.

Podem ver a atividade do IRA na página do Facebook e conhecer mais "ações de terrorismo" que todos os dias apresentam.

 
09
Jul19

Conseguem o pior de mim

São poucos os que me revoltam as entranhas a ponto de ter pensamentos que abomino mas não consigo evitar.

Os toureiros estão no TOP dessas pessoas.

     Quem gosta ou de alguma forma defende touradas está muito perto de atingir esse patamar.

 

Vi um pouco de um vídeo (não consegui ver todo, fiquei agoniada) que o IRA partilhou na sua página do Facebook e fiquei com a certeza que quero que toda a gente ligada à tauromaquia morra.

Não tenho nem um bocadinho de remorsos por ter sentido mais pena do cavalo do que dos "humanos" feridos em Coruche. Deviam ser abatidos, para "garantir o seu bem estar".

 

Pessoas que lerem isto, por favor, se tiverem uma opinião diferente desta abstenham-se de comentar. Não estou simpática.