Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Blog de AlGo

Por Alexandra Gomes

Blog de AlGo

Por Alexandra Gomes

24
Jul19

O nome das coisas...

... ou os rótulos, as coisas poucochinhas...

 

Há pessoas preocupadas porque não se devia chamar hamburguer a um disco comestível que não contem carne, nem leite a um líquido esbranquiçado que não sai das tetas de um mamífero.

Isso é assim tão relevante?

Causa assim tanto mal estar eu comer um hamburguer de tremoço (bem bom, por sinal), um bife de soja ou beber leite de aveia? 

 

Jurem que isso é coisa capaz de provocar algum problema ao mundo.

 

A polémica começou na indústria, que começa a ver uma tendência do consumidor para as alternativas vegetais, independentemente dos motivos. Toda a vida se falou em leite de coco e nunca ouvi reclamações, a coisa começou a incomodar quando se começaram a vender cada vez mais bebidas vegetais como alternativa às de origem animal. O mesmo com os hamburguers de peixe, que nunca incomodaram ninguém, já os de feijão... Não há coincidências.

 

Até percebo que os produtores de carne e leite fiquem preocupados* com o crescente número de pessoas que começa a perceber o mal da sua indústria e a escolher outros alimentos, mas ao cidadão comum, o que incomoda o nome das coisas?

 

É só mesmo para implicar, não é?

 

2 comentários

Comentar post