Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Blog de AlGo

De mim, da vida... de tudo.

Não estou a falar do Ronaldo

O que eu não posso aceitar calada é que achem que uma mulher tem que aceitar sexo anal só porque "se sujeitou" a ir para a cama com um homem. Porque uma mulher não tem vontade, não sente desejo, não precisa. Uma mulher sujeita-se a ter sexo e, como tal, sujeita a 100, sujeita a mil. Tem que levar com tudo.

 

O que eu não posso aceitar calada é que, para a mesma situação, ter sexo num primeiro encontro, uma mulher seja enxovalhada e um homem seja "só mais um passeio no parque", uma coisa normal.

 

O que me revolta as entranhas são expressões como "ela pensava que ia jogar às cartas?". Como se uma mulher que lhe apetece ter sexo a dada altura não tivesse o direito de deixar de querer entretanto, ou que mesmo querendo, não pudesse escolher o que quer e tivesse que se sujeitar às vontades do macho que, como toda a gente sabe, depois de começar se torna um animal irracional e não consegue parar nem tão pouco refrear os instintos.

 

Arrasa comigo ouvir que "ela estava lá para isso", como se, por exemplo, uma prostituta só porque o é, possa ser violada. Ou uma esposa, que se virmos bem "está lá para isso", tenha que se sujeitar a todas as taras do marido.

 

Ouvir dizer que se anda a banalizar o termo violação e que isso é uma falta de respeito para quem é realmente violado é tão triste e revela tanta ignorância. Se alguém é forçado a uma prática sexual que não quer, é realmente violado. Não é mais nem menos violado, isso não existe. Pode haver mais ou menos violência, isso é outra coisa, mas a violação está lá. 

 

Muitas destas "pérolas" são de mulheres, o que me deixa triste. O machismo "de saias" é o pior.

 

Agora falando do Ronaldo, não me incomoda que ponham as mãos no fogo por ele, porque não sei o que se passou naquele quarto e também é mais queimadela menos queimadela, incomoda-me é que a presunção de inocência sirva só para quem tem pila.

12 comentários

Comentar post

De mim, da vida... de tudo!

foto do autor

AlGo destacado

  •  
  • Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.