Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Blog de AlGo

Por Alexandra Gomes

Blog de AlGo

Por Alexandra Gomes

07
Jan20

Modernices!!

Cada vez há mais gente a passar o Natal em hotéis. E cada vez serão mais, porque com as televisões a anunciar a tendência crescente, tuga que é tuga quer o que vê e vai querer fazer, nem que para isso tenha que recorrer a um crédito, adiante.

Cada um sabe do seu dinheiro, o que me incomoda verdadeiramente nem é isso.

Os funcionários dos hotéis podiam, na sua maioria pelo menos, estar a passar o Natal em família, mas não podem, porque há famílias que não querem ter trabalho em casa. 

Assim com o os supermercados abertos ao domingo, é tão desnecessário como "anti-empático" para com os outros acorrer a esses serviços nestes dias.

Sim, eu sei que é preciso trabalhar, que terem emprego é muito bom e "bla bla bla", mas nenhum hotel iria falir por estar a meio gás nos dias 24 e 25 de dezembro. 

E por favor, não usem o argumento de que os polícias/bombeiros/profissionais de saúde também trabalham. Se não percebem a diferença, eu não tenho capacidade para vos explicar.

4 comentários

  • Imagem de perfil

    Alexandra 07.01.2020

    Primeiro, não gosto de ti  
    Segundo, nenhum dia é bom para trabalhar 
    E agora a sério: É bom ter opiniões diferentes, concordamos em discordar, ok? mas há algumas coisas que tenho que rebater, até porque... sim, pronto.
    Eu não trabalho no comércio, não sou bombeira, nem polícia, nem profissional de saúde, pode-se dizer que trabalho num escritório e trabalho TODOS os domingos (tirando férias e algumas trocas pontuais). Não me pagam nem um tostão a mais por isso, faz-se de conta que é um dia como os outros e folgo à sexta e ao sábado, o que não é, de todo, a mesma coisa. Para já, não posso mudar isso.
    Quando há crianças, o dia da família não pode ser à quarta-feira (ou outro qualquer) porque estão na escola. 
    Quando membros da família têm "domingos diferentes", não se pode ter dia da família. E nem é só família, é o ir à missa, sim se for o caso, ao parque, à praia... é o dia dos amigos, dos convívios, das tardes de filmes no sofá... e não, a folga à sexta não é a mesma coisa. As pessoas com quem quero estar não estão disponíveis, porque têm o domingo noutro dia qualquer. 
    Os fins-de-semana não são iguais aos dias de semana e isso concordas, até porque assumes que devem ser pagos de forma diferente.

    Não acho que os senhores das lojas tenham de ter direitos diferentes, acho que devem ter iguais, TODOS deviam ter direito ao fim de semana de sábado e domingo. Quem não o tem, por motivos de força maior, devia ser bem recompensado por isso e assim eramos todos felizes. 
    Na minha maneira de ver a vida, não se melhorou em nada a vida pela mudança nas dinâmicas sociais a este nível, muito pelo contrário.
  • Imagem de perfil

    amarquesademarvila 07.01.2020

    Gostas de mim gostas, que eu sei!!!  
    Concordo com a parte de que todos podemos ter opiniões diferentes e sermos amigos na mesma! 
    Percebo que não gostes de trabalhar ao Domingo. Percebo que haja quem deteste trabalhar ao Domingo. Já eu acho fantástico que haja quem trabalhe ao Domingo... como é que poderíamos ir ao cinema, ao teatro, passear (é preciso pôr gasolina no carro ou ir de transportes), comer pipocas, comprar gelados, ir almoçar fora, beber um café, ir à praia (não seria seguro os nadadores salvadores estarem de folga aos Domingos, creio), à piscina, comprar flores... se falarmos em termos religiosos, ir ao cemitério, não só não havia flores como o mesmo estaria fechado (pelo menos nas grandes cidades), fazer funerais, ir à missa (o padre também trabalha e também tem família), a casamentos e baptizados (a quantidade de malta que trabalha nesses eventos...), ir ao museu, a bailados, a exposições e espectáculos (não são só os artistas com cachet elevado que trabalham)...
    Porquê só os das lojas e supermercados deveriam folgar ao Domingo se há toda esta malta a trabalhar para que todos os outros possam passar um bom fim-de-semana?
    Já imaginaste como seria estar tudo fechado a um Domingo? Como fariam as pessoas que trabalham toda a semana para fazerem compras, por exemplo? Onde iam buscar o bolo de aniversário do filho? Como iam ao cinema? Apenas poderiam passar o dia em família se fosse fechados em casa ou em local perto, que não exigisse que alguém trabalhasse?
    Claro que concordo que as pessoas devem receber mais por trabalharem ao Domingo e Feriados. Óbvio! Claro que têm de estar asseguradas todas as condições para um trabalho digno, seja ao Domingo ou outro dia qualquer, seja para os senhores das lojas seja para os outros profissionais. E repara que não refiro nenhuma profissão de socorro humano.
    Eu gosto de ter a liberdade de escolher o que fazer ao Domingo e de poder escolher ter uma profissão e dinâmica que me apeteça, sem ser obrigada a folgar ao dia que alguém definiu. É bom que a dinâmica social tenha mudado... permite-nos escolher  e sermos mais livres.
    Beijinhos 
    Ps. Eu tenho duas filhas. Uma treina todos os dias, excepto à quarta-feira, aos fins de semana eu e o meu marido costumamos trabalhar, a mais nova ainda tem campeonatos aos fins-de-semana (Como seriam os campeonatos se não se trabalhasse aos Domingos?... não havia!)... sim, a quarta feira à tarde e final do dia é o nosso dia!
  • Imagem de perfil

    Alexandra 07.01.2020

    Eu percebo e nem sequer te consigo contrariar, mas há sítios que era perfeitamente evitável e os supermercados, lojas, são um exemplo, e nos sítios onde o é, não viria mal ao mundo se fechassem. 
    Quanto ao que me levou a escrever o post, o Natal, nem sequer acho que os hotéis devam fechar por ser Natal, mas poderiam não abrir de forma especial para o efeito, e isso já seria de valor.
    E vá, se eu gosto de ti sendo tu do Sporting, consigo ultrapassar o facto de apoiares o trabalho ao domingo 
  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.