Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Blog de AlGo

Por Alexandra Gomes

Blog de AlGo

Por Alexandra Gomes

07
Jan20

Modernices!!

Cada vez há mais gente a passar o Natal em hotéis. E cada vez serão mais, porque com as televisões a anunciar a tendência crescente, tuga que é tuga quer o que vê e vai querer fazer, nem que para isso tenha que recorrer a um crédito, adiante.

Cada um sabe do seu dinheiro, o que me incomoda verdadeiramente nem é isso.

Os funcionários dos hotéis podiam, na sua maioria pelo menos, estar a passar o Natal em família, mas não podem, porque há famílias que não querem ter trabalho em casa. 

Assim com o os supermercados abertos ao domingo, é tão desnecessário como "anti-empático" para com os outros acorrer a esses serviços nestes dias.

Sim, eu sei que é preciso trabalhar, que terem emprego é muito bom e "bla bla bla", mas nenhum hotel iria falir por estar a meio gás nos dias 24 e 25 de dezembro. 

E por favor, não usem o argumento de que os polícias/bombeiros/profissionais de saúde também trabalham. Se não percebem a diferença, eu não tenho capacidade para vos explicar.

2 comentários

  • Imagem de perfil

    Alexandra 07.01.2020

    Primeiro, não gosto de ti  
    Segundo, nenhum dia é bom para trabalhar 
    E agora a sério: É bom ter opiniões diferentes, concordamos em discordar, ok? mas há algumas coisas que tenho que rebater, até porque... sim, pronto.
    Eu não trabalho no comércio, não sou bombeira, nem polícia, nem profissional de saúde, pode-se dizer que trabalho num escritório e trabalho TODOS os domingos (tirando férias e algumas trocas pontuais). Não me pagam nem um tostão a mais por isso, faz-se de conta que é um dia como os outros e folgo à sexta e ao sábado, o que não é, de todo, a mesma coisa. Para já, não posso mudar isso.
    Quando há crianças, o dia da família não pode ser à quarta-feira (ou outro qualquer) porque estão na escola. 
    Quando membros da família têm "domingos diferentes", não se pode ter dia da família. E nem é só família, é o ir à missa, sim se for o caso, ao parque, à praia... é o dia dos amigos, dos convívios, das tardes de filmes no sofá... e não, a folga à sexta não é a mesma coisa. As pessoas com quem quero estar não estão disponíveis, porque têm o domingo noutro dia qualquer. 
    Os fins-de-semana não são iguais aos dias de semana e isso concordas, até porque assumes que devem ser pagos de forma diferente.

    Não acho que os senhores das lojas tenham de ter direitos diferentes, acho que devem ter iguais, TODOS deviam ter direito ao fim de semana de sábado e domingo. Quem não o tem, por motivos de força maior, devia ser bem recompensado por isso e assim eramos todos felizes. 
    Na minha maneira de ver a vida, não se melhorou em nada a vida pela mudança nas dinâmicas sociais a este nível, muito pelo contrário.
  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.