Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Blog de AlGo

Por Alexandra Gomes

Blog de AlGo

Por Alexandra Gomes

04.11.19

Desafio de Escrita dos Pássaros #Vingança

Alexandra

Ele sabia que não o podia amar a não ser platonicamente. Sabia que se lhe tocasse tudo acabaria e não mais podia apreciar a forma linda com que enfrentava o mundo, como que flutuando ao vento.

Ele ia pela mão daquela miúda, que se achava tão dona dele, sem sequer imaginar que, do outro lado da rua, alguém o desejava abraçar, mesmo sabendo que não o podia fazer.

- Não podes viver esse amor, lamento.

- Mas amar não devia ser proibido.

- Neste caso é. Amar tem que ser uma coisa boa, não podes estragar a vida dos outros só porque tens desejos por alguém.

- Mas e os meus sentimentos?

- Só pensas neles? Não queres saber dos sentimentos da miúda se o perdesse? E ele? Como seria quando o magoasses?

- Mas eu não o vou magoar...

- Claro que vais. Se avançares com essa ideia de o quereres para ti, vais acabar com ele. Sabes bem que, mesmo não querendo, magoas sempre os outros.

- Oh... Olha, a miúda largou-o da mão...

- Para, não vás lá...

- Vou. É a minha oportunidade...

Lá foi, o mais rápido que conseguiu. Abeirou-se dele e assim que lhe tocou...

pow-1601674_960_720.png

Quem viu, nem queria acreditar.

A rapariga chorou e ele afastou-se lentamente. Nada mais podia fazer pelo ser amado.

Triste, olhava para trás, ainda assustado diga-se, com o barulho e o estrago que o seu ato irrefletido causara. Foi motivado por sentimentos profundos, mas ainda assim, tinha acabado com a existência daquele que tanto queria.

Foi um momento de dor, mas aprendeu que afinal existem amores proibidos. Jamais um porco espinho pode concretizar o seu amor por um balão.

 

Tema: Um amor proibido, escolhido pelo Sapo que diz que não sabe Beijar no âmbito da vingança dos participantes no Desafio dos Pássaros aos temas estapafúrdios semanais.

 

9 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.