Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Blog de AlGo

Por Alexandra Gomes

Blog de AlGo

Por Alexandra Gomes

Desafio da escrita dos Pássaros #4

As dores começaram às duas da manhã, primeiro apenas uma moinha de tempos a tempos.

Pelas 4 da manhã chamou um táxi e foi para a maternidade.

- Quer que avise alguém? Não tem que estar sozinha.

- Sou sozinha, não há ninguém para ser chamado.

Depressa as contrações apertaram e as dores fortes já vinham a espaços de menos de 5 minutos. Acalmou com a epidural e os pensamentos foram até àquele dia e àquele homem que lhe roubou a alegria quando lhe rasgou as cuecas.

De nada adiantou a Beatriz dizer que não. 

As lágrimas corriam agora como naquela hora.

Sentiu a cama ficar molhada com o rebentar das águas e a enfermeira aproximou-se.

- Tem a certeza que não quer chamar ninguém?

- Não mudei de ideias em relação a nada.

 

O bebé queria nascer e era agora.

- Já tem nome?

- Força, respire...

- Está quase, vamos...

Beatriz gritou com toda a força que tinha no corpo e a réstia de vida que tinha na alma.

 

Silêncio. Choro de bebé. Frases soltas que ela não conseguia processar.

- Quer pegar no seu bebé?

- Não. 

Beatriz disse que não, e agora...

- Mandem chamar a assistente social.

28 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

AlGo destacado

  •  
  • Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.