Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Blog de AlGo

De mim, da vida... de tudo.

A dívida da prostituta

Ou sugestão para comprar os presentes de Natal no comércio local...

Não, não é isso suas mentes desavergonhadas.

Este texto circula pela net e é uma extraordinária lição de Economia.

 

Numa pequena cidade, caía uma chuva torrencial e há vários dias que a cidade parecia deserta. Faz tempo que a crise se instalou, todos tem dividas e vivem à base de créditos. Um dia, chega um milionário à cidade e entra no único e pequeno hotel do lugar, pede um quarto, põe uma nota de 100 Euros no balcão da receção e vai ver se lhe agrada o quarto. 

O chefe do hotel agarra a nota e vai pagar a dívida ao talhante.

O talhante, feliz, pega nas nota e sai a correr para pagar a sua divida com o criador de porcos.

Este, nem quer acreditar e vai pagar o que devia ao moleiro, que lhe vende o alimento dos animais.

O dono do moinho pega na nota num instante pagar a Maria, a prostituta da rua. Faz tempo que não lhe paga. Em tempos de crise até ela oferece serviços a crédito...

A prostituta corre ao hotel onde havia trazido os seus clientes nas últimas vezes, e que todavia não tinha pago. Pousa a nota no balcão da receção.
 
Neste momento desce o milionário que acaba de ver os quartos, diz que não lhe convence nenhum, pega na nota de vai embora.
 
Ninguém ganhou um centavo, mas agora toda a cidade vive sem dividas e olha o futuro com confiança.
 
Moral: Se o dinheiro circula na Economia local, acaba-se a crise.
 
 

10 comentários

Comentar post

De mim, da vida... de tudo!

foto do autor

AlGo destacado

  •  
  • Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.