Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blog de AlGo

Por Mena Gomes

Blog de AlGo

Por Mena Gomes

23
Out16

52 Semanas | 43: Músicas que eu não me canso de ouvir

É muito difícil escolher só 5... impossível não deixar de fora muitas músicas que não me canso de ouvir.

 

Cá vai então, sem ordem nenhuma.

 

- "I Dont Want to Miss a Thing" dos Aerosmith

 

- "Estrela da Tarde" de Carlos do Carmo

 

- "À Minha Maneira" dos Xutos e Pontapés

 

- "Só é Fogo se Queimar" dos Amor Electro

 

- "De Volta P'ro Aconchego" de Elba Ramalho e Dominguinhos

16
Out16

52 Semanas | 42: Queres acertar no meu presente? Então dá-me…

- Flores.

Adoro flores. Depois estragam-se e vão para o lixo, mas fica a recordação (e uma fotografia, a maioria das vezes), e não se torna um mono, como aquele "bibelot" que, mais ano menos anos, acaba na quermesse da festa da terra.

- Nada material.

"Peguem" em mim e levem-me. A comer fora, a um bar, ao cinema, passear... qualquer coisa. Estar comigo é o verdadeiro presente. Mas atenção, este não serve para qualquer pessoa. Há algumas que seria um castigo e não uma prenda.

- Joias.

Pronto, pode ser ó uma bijuteria qualquer, mas estão a ver a fórmula, certo? Brincos, pulseiras e anéis. Coisas para o pescoço não, não gosto de "coleiras".

- Canetas e cadernos.

Mesmo que raramente escreva à mão, mesmo que tenha meia dúzia de cadernos vazios, adoro "material escolar" e é sempre uma boa aposta.

- Livros, DVD, CD...

Quem conhece os meus gostos acerta sempre. Quem não conhece, pode tentar. Do presente eu gosto, é garantido, do conteúdo, estou disposta a conhecer e, se não gostar, arranjarei forma de o tornar útil.

09
Out16

52 Semanas | 41: As coisas mais difíceis num relacionamento amoroso são...

- A outra pessoa. Se essa pessoa não fosse difícil não haveria dificuldades, já que o "eu" é sempre perfeito.

 

Agora a sério, digo eu, que não percebo nada de relações amorosas.

 

- Gestão de vidas.

Há o eu, o tu e o nós. Três entidades que se devem manter distintas mas que teimam em se misturar.

- Falta de confiança. 

Há aquele ciúme engraçado e que dá sal à coisa, mas a falta de confiança não dá. As pessoas só estão umas com as outras enquanto querem, independentemente das "fitas" que se faz.

- Uniformização.

Cada pessoa já é o que é antes da relação. Não vale a pena tentar mudar. Há adaptações, difíceis mas necessárias, mas não dá para tornas as duas pessoas iguais.

- Partilha de vida.

Deixar de viver "sozinha" para viver a dois. Com satisfações e informações, marcação de horários, novos compromissos que não existiriam se não fosse o outro (como por exemplo, a visita à casa da sogra). Há as contas, em conjunto ou separado, as férias que têm de ser coordenadas...

 

Visto assim, um relacionamento amoroso parece um inferno ;)

 

 

 

25
Set16

52 Semanas | 39: As minhas melhores qualidades

- Sou boa ouvinte. Contem-me tudo que eu sou toda ouvidos.

- Cozinho bem. Safo-me de forma satisfatória, vá.

- Sou ótima na cama. Durmo como há poucas pessoas capazes.

- Sou compreensiva. Compreendo tudo, não aceito muita coisa, mas compreendo.

- Tenho um sem número de qualidades que fazem de mim uma pessoa espetacular mas que só alguns privilegiados conhecem, os outros pensam que sou uma besta.

18
Set16

52 Semanas | 38: Desculpa, mas eu acho reles...

- Pessoas que ultrapassam o limite entre o sexy e o vulgar. 

Não tem a ver com feitio de corpo nem idade, tem a ver com dignidade e decência.

 

- Desvalorizar o trabalho dos outros.

Sabem aquela pessoa que só o que faz é bem feito? Só o que faz é que é útil? Só o que faz exige sacrifício... Por aí

 

- Ridicularizar as outras pessoas.

Ou porque são gordas, ou porque são baixas, ou têm um olho torto, ou um ar másculo ou efeminado demais (o que é demais?)...

 

- Aproveitar-se das fragilidades dos outros para sobressair.

Aquele falhou, eu não. Aquele ganha pouco, eu muito. Aquele não estudou, eu sou doutor.

 

- Pessoas que acham que os animais são coisas.

E isto nem tem explicação porque nem quero falar sobre estas pessoas.

11
Set16

52 Semanas | 37: O que, de melhor, o mundo virtual te trouxe/traz?

- Amigos.

É verdade, tenho amigos "virtuais".

- Proximidade.

É muito mais fácil falar com quem está longe.

- Entretenimento.

Música, vídeos, blogs... Uma infinidade de coisas ali à mão.

- Conhecimento.

Quero saber uma coisa? Vou à net. Nem sempre tem a resposta correta ao primeiro click, mas ajuda bastante.

- Amor.

Acabou, não correu lindamente, mas enquanto durou, foi bom.

04
Set16

52 Semanas | 36: Morro de preguiça de…

Sou preguiçosa.

O que está a dar é ser-se super ativa, com dias preenchidos, sempre ocupada. Não sou assim.

Estou como o outro: "A preguiça é a mãe de todos os vícios e, como mãe, deve ser respeitada".

 

- Acordar.

Custa às 7h, custa às 10h, custa ao meio dia... custa a qualquer hora.

 

- Fazer exercício.

Está na moda ser fit, mas lá está, eu não sou de modas. Não gosto de fazer exercício e pronto. Nunca gostei. Educação Física era um pesadelo.

 

- Lavar/aspirar o carro.

Para que percebam, na minha plaquete de curso (um livrinho com caricaturas e que tem as bocas do pessoal) tinha a frase: "Só lavo o carro quando houver um casamento". 

 

- Cuidados de beleza.

Tirando o lavar e hidratar a cara (eu nem digo rosto, já viram o que percebo disto) cremes de corpo, mascaras, tratamentos... é para esquecer.

 

- Estudar.

Podia tentar um mestrado, até um doutoramento. Aperfeiçoar o Inglês ou aprender uma nova língua. Um curso de costura. Culinária que gosto tanto... Mas para qualquer uma dessas coisas teria que estudar e: Já dei. Não quero mais.

28
Ago16

52 Semanas | 35: As minhas piores compras foram...

- Ampolas, gotas e séruns contra a queda de cabelo. 

Não funcionam, ponto. O cabelo tem que cair, pode-se alimentar o seu nascimento/crescimento, evitar a queda, é complicado.

- Maquilhagem.

A sério Alexandra Gomes, compraste mesmo uma base? Para quê mesmo se já sabes que não a vais usar.

- Vestido.

Está lindo e bonito no roupeiro à espera da vontade de o usar.

- Sementes e sementinhas, de chia, linhaça e o diabo a mil...

Às vezes até como, mas a maior parte do tempo até me esqueço que existem.

- Não é uma coisa em concreto, mas algumas vezes, depois de comprar uma prenda para alguém acabo por encontrar algo que seria o presente ideal, pelo que me arrependo da primeira compra.

 

Sou uma pessoa ponderada, não me arrependo de muitas compras, até porque o dinheiro é curto e tudo é muito bem pensado.

21
Ago16

52 Semanas | 34: Livros que eu acho que toda a gente deveria ler

Esta é uma questão complicada, porque penso na leitura como algo que dá prazer, pelo que o que é bom para mim, pode não o ser para os outros. Vou então dizer quais são os livros que foram importantes para mim e por isso, mal não vos faria ;)

 

- "Marley & Eu", de John Grogan. Tem tudo o que de mau e de bom há em ter um cão em casa. O balanço é muito positivo. No livro, e no facto de ter um cão em casa.

- "Mensagem", de Fernando Pessoa. Porque toda a gente deve fazer uma "passagem" pela poesia, e este é uma ótima "passagem".

- "Diário de Anne Frank". Porque o que os judeus viveram deve ser do conhecimento de todos e este á uma boa forma de o fazer.

- "O Principezinho", de Antoine de Saint-Exupéry. Já leram? Não faz mal, leiam outra vez. Cada vez que o abro aprendo algo novo.

- "Ensaio Sobre a Cegueira" de José Saramado. O próprio autor disse o porquê: "Se podes olhar, vê. Se podes ver, repara".