Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blog de AlGo

De mim, da vida... de tudo.

Humanos: do melhor e do pior

Vi de tudo, ontem.

 

Na minha rua uma cadela, prostrada, a tremer, sem reação alguma. Ninguém sabe como ali apareceu.

 

Alguém da rua lhe pôs uma manta, onde ela se aconchegou, disponibilizaram água e ração, mas ela não tinha força. 

Liguei para o canil municipal, mas já passava das 17 horas, não tinham quem a viesse buscar e não adiantava leva-la lá, não teriam vaga.

 

Liguei a todas as associações que conhecia e que encontrei na internet. Eu e uma senhora que nem conheço mas fez o que pode. Umas estavam cheias, outras nem atenderam.

Liguei à polícia. Se abandonar um animal é um crime, é a polícia que devemos chamar. Foram incensáveis.

Dois agentes, preocupados com a bichinha, a tentar falar com toda a gente, revoltados com canil... um deles, por contactos pessoais chegou à fala com uma associação que é vocacionada para ajudar gatos, mas que não falha quando é precisa. Gatos Urbanos.

Foi levada para o Hospital Veterinário.

 

Provavelmente foi uma cadela de caça que chegou a velha e deixou de ser útil.

 

Tem ferimentos, dermatites, carraças, fome e sede. Estava exausta e em choque.

Triste, imensamente triste. 

Tenho para mim que estava a desistir de viver.

 

Animou um pouco. Ficou mais alerta. Mostrou ser meiga, gostar de mimos (quem não gosta) e ficou lá, pelo menos uma noite, mas se for preciso, até ter uma família de acolhimento para se por boa e depois tentar uma família para sempre. Ela merece. Eu não posso ficar com ela, com muita pena minha.

 

O dia terminou com o melhor dos humanos. Muitos amigos a tentar ajudar. A partilhar, a dar uma palavra amiga, a contribuir monetariamente. Porque há despesas e para além disso, há uma associação que precisa e merece ajuda.

 

Chorei muito. Primeiro de tristeza, depois por não poder ficar com ela e por fim porque a solidariedade que recebi me comoveu muito.

Tenho esperança que tudo acabe bem e ela arranje a família que merece.

 

Esta é a "Fátima" (nome provisório, porque foi encontrada no Bairro Nossa Sra de Fátima).

Alguém por aí quer um novo membro na família?

30724146_2083676574994563_8447923106535759717_n.jp

Cada vez que olho para o Tobias, me apetece chorar. Eles são tão bons, tão especiais... porquê que as pessoas são tão más?

Aqui como a encontrei e durante o transporte...

Quando tiver novidades, conto-vos.

 

 

Os filhos dos outros

... são um problema para... os outros.

 

Queixa-se a Bruxinha, e com razão, que muita gente acha que ela devia fazer uma menina (eu por acaso também acho, porque ela faz catraios muito giros).

 

O que ela não sabia é que, se tivesse já o "casalinho" lhe diriam que tinha que ter um terceiro, para desempatar. Provavelmente, se fizer a menina, alguém vai dizer: "Três filhos?? Neste tempo?? Com a vida como está!!"

Ou então vão-lhe dizer para fazer o quarto, que aos pares é que é bom.

Meter-se na sua vidinha é que é difícil para muita gente.

 

Se tens filhos aos 20, é cedo, se aos 30 ainda não tens, é tarde.

Quase aos 40 então, é um misto de pena e crítica que nem sabem para onde se viram.


Se não podes ter, devias adotar, mas atenção, que adotar dá muito trabalho e "eles depois querem os pais biológicos".

 

Se não queres ter filhos, "ai Jesus, tanta gente a querer e não pode" (sua egoísta!!). Como se os filhos de quem não quer fossem deixar mais feliz quem quer e não pode.


Se queres ter filhos sozinha, ai coitadinha da criança, precisa de um pai. Um pai sozinho, é melhor nem falar.

Mas atenção a quem escolhes para ser pai/mãe da criança...

 

Termino o texto como ela: 

"Então e quem paga as contas?!

Então...e se fossem às urtigas?!"

Desafio | Primavera

Fui nomeada pela Mula, que fez anos ontem, pelo que, ainda vão a tempo de lhe dar os parabéns... dizia eu, a Mula nomeou-me para responder a umas questões sobre a primavera. Não sei se sabem do que se trata, eu tive que ir ver ao dicionário, porque já não sabia nada dela há que tempos... mas lá encontrei.. 

 Qual é a tua cor preferida da Primavera? 

A mesma que o resto do ano que é... depende. Eu sou assim maluca complicada. Não relaciono cores a situações, estados de espírito ou estações do ano. Gosto de me vestir de cores sóbrias, gosto de casas brancas com apontamentos de cor, gosto do colorido da natureza, dos amarelos aos verdes e aos azuis (do céu). 

Sei o que não gosto, não gosto de roxo (ou lilás).

 

 E como com ela chegam os intensos raios de sol,os óculos escuros vêm a calhar. Qual é o teu modelo preferido? 

Eu juro que não faço por mal, não é devido ao meu mau feitio mas... eu não gosto de óculos. de sol ou "de chuva", não gosto da sensação de óculos na cara.

Tenho dois óculos, uns nunca uso, são castanhos e têm lentes claras demais para o efeito pretendido deles. Os que uso mais, são pretos e antiquíssimos... só os uso se não puder evitar.

 

 O que mais gostas de fazer nesta estação? 

Caminhar, passear com o Tobias, comprar lenços de papel (não gosto, mas é o que mais faço), ir à praia (não "fazer praia", ir lá só), uma tarde na esplanada a apanhar sol.

 

 Um perfume cujo aroma te lembre esta altura 

Marcas? Não sei, sei lá eu. 

Começa a aquecer o tempo, arrefece o perfume, se é que me faço entender. 

 

 A tua coisa preferida sobre a Primavera 

Os dias enormes (comparado com o mês passado), a presença assídua do chapéu de chuva, os dias quentes mas a manta que não sai do sofá, as frutas... ai as frutas da primavera!!! 

 

E para dar continuidade ao desafio deveria nomear pessoas, por isso ESTAIS TODOS NOMEADOS.

Toca a responder, avisem, quero ler as vossas respostas.

 

FoTobias da semana

Porra!!

Grande molha que apanhei (na terça feira)

DSC05202.JPG

Se podia ir para a casota que tem um cobertor quentinho? Podia. 

Podia ficar debaixo do telhadito que protege a porta de entrada? Podia.

 

Mas ficar "pendurado" no portão à espera da humana tem muito mais piada.

 

 

52 semanas, 52 questões #15

O que é que estás a vestir agora?

Como assim??

De repente vi-me de volta ao chat do IOL (eu não ia lá, contaram-me) e a resposta é, como nesse tempo, "roupa".

 

Já na altura não entendia a pergunta  e continuo a não entender .

 

OK!! O "nickname" e a sala que eu frequentava era enganadora quanto às minhas intenções mas, fiz amigos, por isso, o que conta é a intenção.

 

 

A eutanásia volta a estar em debate

Apesar de não saber se seria capaz de a pedir para mim ou se teria coragem de a aceitar para os meus, sou completamente a favor de que seja legal.

 

A eutanásia é o equilíbrio "perfeito" entre o amor e o egoísmo.

Alguém que não aguenta viver preso a um sofrimento, físico ou psicológico, quer morrer, quase indiferente ao amor o possa rodear. Familiares e amigos que queriam que esse alguém se mantenha vivo e não aceitam que o sofrimento é insuportável e é preciso partir em paz e dignamente.

Não tenho a mínima ideia de que lado estaria se um dia me visse confrontada com a situação. Percebo tão bem qualquer um dos sentimentos...

 

Concordo em absoluto com o génio Stephen Hawking, porque se havia alguém com propriedade para falar sobre o assunto, era ele: 

"A vítima deve ter o direito de acabar com a própria vida, se ela quiser. Mas eu acho que seria um grande erro. Por pior que a vida pareça, sempre existe algo que podes fazer e ser bem-sucedido. Enquanto há vida, há esperança."

 

 

De mim, da vida... de tudo!

foto do autor

AlGo destacado

  •  
  • Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.