Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blog de AlGo

De mim, da vida... de tudo.

52 semanas, 52 questões #21

Como você mudou no ano passado?

 

O ano passado foi só o ano em que mais mudei, pelo menos conscientemente e por vontade própria.

 

Tornei-me vegetariana. 

Ainda há coisas a melhorar, mas a minha alimentação está radicalmente diferente e sinto-me bem e feliz com a mudança.

Fui ao médico

... pedir análises. 

 

A intenção é espetar com os resultados na cara de todas as pessoas que me disserem coisas do género: "Ai!! Cuidado!! A carne faz falta!".

 E este "espetar", dependendo do estado de espírito e da forma como é dito, pode ser literal. Estou só a avisar.

 

Se não for caso para isso (e estiver prestes a falecer desnutrida), tomarei providências que não passarão, como é óbvio, por voltar a comer carne.

 

Pensei que ia ouvir um sermão do médico, que me ia dizer que sou maluca, que o Homem nasceu para comer carne, que se estou descansada com esta opção para que quero as análises... tudo coisas que leio em vários grupos que os médicos dizem aos vegetarianos. Pois que não, o meu médico não é uma "pessoa estranha".

 

Perguntou há quanto tempo, se sou mesmo vegetariana ou como ovos e laticínios e passou uma resma de análises como nunca fiz na vida. Fim de história.

 

Estou contente.

 

Ando com tosse, vou esperar mais uns dias para fazer as análises.

Feliz aniversário...

... para mim.

 

Hoje, dia 39 de maio, completo 22 anos.

Esta piada já teve mais graça, das primeiras vezes que a disse, mas o certo é que me custa dizer que tenho 39 anos.

Não custa por me sentir velha (às vezes um bocadinho), não custa porque vejo o tempo a passar e tanta coisa que já devia ter feito e não fiz, não custa pelas coisas que já desisti...

... custa porque não parece. 

Porque olho para trás e não parece que já vivo há 39 anos.

 

Apesar do tanto que já perdi e do tanto que já ganhei, do tanto que já vivi, parece que ainda agora fiz 20 anos e estão a dizer-me que já QUASE passaram outros tantos...

 

Vocês ainda não me deram os parabéns, mas agradeço já, porque sei que o farão (pelo menos dois ou três de vocês).

Muito obrigada.

 

Obrigada por estarem desse lado e por todas as visitas e palavras que deixam. Por tudo o que me dão.

Uns muito, outros mais e alguns tanto... 

 

Sei que ando a falhar com muitos e que devo visitas que me deixariam ocupada até ao dia 40 de maio de 2019.

Não era um mau plano, mas não o posso prometer.

 

Mais uma vez, muito obrigada e PARABÉNS A MIM 

 

Não falei dos Globos de Ouro

... nem vou falar... muito.

 

Não me importa muito os vestidos, se as portadoras se sentiam bem, é porque iam bonitas. De uns gostei, de outros nem tanto, mas nenhum deles é para mim, por isso, nem quero saber.

 

Dos premiados, também não há muito a dizer. Vale mais cair em graça do que ser engraçado e este tipo de concursos serve muito mais do que o simples talento.

 

O prémio carreira foi bem atribuído. Não simpatizo nem por nada com o José Cid, mas a sua história na música é inegável e afirmo sem receios que tem músicas das quais gosto muito. Dele, não gosto nada, mas também não faz diferença, ele é só um músico, só tenho que gostar do trabalho dele, não da pessoa.

 

O apresentador, detestei.

Numa altura em que tanto se faz campanha anti bullying, vai um senhor na maior gala do país dizer que a Joana Vasconcelos veste uma tenda, a cara da Simone de Oliveira foi maquilhada pelo Vhils, as atletas não sabem andar de salto alto, o pessoal da moda é bulímico e droga-se... entre outras parvoíces.

Foi muito feio.

Até as simples piadas sobre o facto do Manzarra ser vegetariano, são tão básicas e batidas que de facto ele estava cinzento, mas não era falta de vitaminas, foi da falta de piada.

 

O humor não tem limites, mas a educação e o respeito precisam-se.

Tenho coisas a dizer sobre o casamento real

... ah! pois tenho.

Não vi.

 

Acho a monarquia uma "cena" ultrapassada, inadequada aos nossos dias e, vá, estúpida. Uma pessoa só porque nasceu na família que nasceu ter mais direitos que as outras, é coisa para me dar nos nervos e depois, tenho pena daquela gente desgraçada, cheia de protocolos e obrigações absurdas. Ainda assim, ou vai daí, já tenho uma princesa favorita: Sua Alteza Real a Duquesa de Sussex, Meghan Markle. 

 

É preciso muita coragem para deixar tudo por um amor. 

De tudo o que envolve esta história, a única coisa que me parece boa é o facto de estar ao lado do homem que ama. É muito? É. Mas sinceramente, acarreta tantas provas, tantas cedências, tanto "eu fico para trás" que não é para qualquer uma.

 

A coragem que demonstrou a "enfrentar o mundo" e entrar na igreja sozinha.

1 (1).jpg

Depois lá foi o sogro, mas o mais importante já tinha ela feito.

Já agora, quem penteou a rapariga?! 

O que justifica que o penteado da NOIVA se estivesse a desmanchar ainda a caminho da igreja?!

despenteada.PNG

Aquelas farripas transformaram a moça numa bonita e apaixonada duquesa despenteada.

 

Quanto à historieta em torno da família da noiva, a raça, o facto de ser divorciada, para mim, são temas que já não deveriam ser assunto em 2018, por isso, nem me vou pronunciar.

 

Devo falar no noivo? Esteve bem, muito bem, como príncipe, como noivo e como homem.

 

As fotos do dia? 

A princezinha rebelde.

2 (1).jpg

Porque eu adoro todas as quebras de protocolo genuínas e espontâneas.

Viva os noivos!!

Que sejam muito felizes.

 

FoTobias da semana

"Humana, faz lá os trabalhos de casa ao miúdo, para ele ir brincar...

DSC05220.JPG

... que raio de madrinha és tu?"

 

Eu juro que limpo a casa, mas o maldito pó de choupo, para além de me querer matar, deixa-me mal vista como dona de casa. Façam de conta que não estão a ver o "algodão" no chão.

52 semanas, 52 questões #20

Que personagem fictícia gostaria de ser?

 

Cada vez que vejo um filme ou leio um livro, me apetece ter um bocadinho das personagens, mas ser uma delas,não em estou a ver. Bom, talvez a Bela Adormecida... gosto preciso de dormir.

 

Já agora, acho que precisam de saber que estou de férias...

pronto, já sabem ;)

 

 

De mim, da vida... de tudo!

foto do autor

AlGo destacado

  •  
  • Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.