Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blog de AlGo

De mim, da vida... de tudo.

Eu quero fazer uma casa

Não sei se lembram... eu quase me esqueci, tanto é o tempo que passou.

 

Tudo começou praticamente há dois anos, com a compra das ruínas onde irá nascer o castelo.

 

A escolha de arquiteto e construtor foi feita com calma e tempo, o projeto muito pensado, porque a configuração da casa não é "normal" já que tem várias condicionantes, e o projeto só foi entregue na Câmara mais de um ano depois do início, em fevereiro deste ano.

 

Eu sabia que ia demorar, estava (estou) preparada para isso, mas já é um abuso. Nove meses?

 

Ligações constantes, pressão... sempre a mesma resposta. "Está em análise".

 

Hoje a resposta mudou. Está resolvido?

Não, (estás parva?)

 

Aguarda despacho, ou assinatura ou ou raio que os parta, do vereador. 

 

E ele está à espera de quê? 

 

Que o novo Executivo, que até é o mesmo, tome posse.

 

Sim, uma coisa administrativa, analisada por funcionários da Câmara, pronta para despacho, fica pendente por uma questão política: a mudança de vereador.

Que (acho que) nem muda...

Paciência, haja MUITA paciência.

Projeto entregue

Pensei que nunca mais ia poder escrever isto, mas...

 

 

a primeira fase do projeto está entregue na Câmara Municipal de Coimbra...

 

 

Vamos ver o quanto a CMC será capaz de me enervar ( e envergonhar).

 

 

"E vem-nos à memória uma frase batida...

... Hoje é o primeiro dia do resto da tua vida"

 

Lembro-me sempre desta letra quando algo de importante muda na minha vida.
Hoje foi um dia importante.

Comprar o sítio onde há-de nascer a minha casa, é uma coisa importante. 
Foi hoje.

"Enfim duma escolha faz-se um desafio
Enfrenta-se a vida de fio a pavio
Navega-se sem mar, sem vela ou navio
Bebe-se a coragem até dum copo vazio"

 

Metida em trabalhos

... é o que eu estou.

Sempre achei tolice comprar uma casa tendo que recorrer ao crédito e ficar preso para a vida a uma dívida.

Acho tolice, mas respeito a vontade de ter um canto próprio e respeito tanto que... me vou meter em trabalhos.

Soube que estava à venda uma casa muito degradada no centro da minha terra (adoro a expressão "minha terra").


Hoje, assinei o contrato de "promessa compra e venda".

Vai ser minha.

Prevê-se muito tempo de trabalhos, se calhar anos, mas vou ter uma casota nova, feita à minha medida.
Pequenina e aconchegada, no centro da minha terra.

A aventura a sério começa para o ano. Logo no início. Vou contando a evolução.

Vou com medo. Mas vou.

De mim, da vida... de tudo!

foto do autor

AlGo à Mesa

AlGo destacado

  •  
  • Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Queres falar comigo? Escreve.