Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Blog de AlGo

De mim, da vida... de tudo.

E sobre o dia da mulher?

Só tenho a dizer que é muito mais do que um jantar de gajas, mais ou menos histéricas, a babar para os empregados de mesa, cantores e, na loucura, stripers...

É coisa para se celebrar todos os dias, mas só quando acontecer, todos os dias, tudo o que disse aqui, no ano passado.

 

 

Dia da mulher?

Será bom, quando as próprias deixarem de ficar felizes porque os maridos as ajudam em casa.

Será bom, quando as próprias deixarem de mandar as suas filhas meninas estender a roupa e os filhos meninos brincarem.

Será bom, quando as próprias comprarem brinquedos como loucinhas, ferros de engomar e esfregonas para as suas meninas e para os seus meninos.

Será bom, quando deixarem de estranhar uma mulher a trabalhar na construção, a candidatar-se a um cargo político, ou um homem a ficar em casa a tomar conta da família.

 

Será bom, quando as próprias deixarem de celebrar um dia próprio.

 

Flores, bombons, mimos, sessões de beleza, jantares com as amigas... É tudo maravilhoso.

Em qualquer dia do ano.

 

Sou mulher, sou diferente de um homem (graças a Deus*), mas tirando as coisas que se fazem com o pipi, tenho os mesmos direitos e os mesmos deveres de qualquer ser com pila.

Porque é só isso que quero: os mesmos direitos.

 

*graças a Deus porque se fossemos iguais a eles era uma grande tristeza para todos.

Na diferença é que está a maravilha da coisa.

 

8 comentários

Comentar post

De mim, da vida... de tudo!

foto do autor

AlGo à Mesa

AlGo destacado

  •  
  • Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Queres falar comigo? Escreve.