Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blog de AlGo

De mim, da vida... de tudo.

Vi "Mar Adentro"

Agora vou falar de cinema... Cinema é capaz de ser força de expressão, que o filme passou na RTP 2, mas é cinema na mesma, digo eu.

MV5BMjA5NTgwMjc0MV5BMl5BanBnXkFtZTcwMjM0NDcyMQ@@._

 

"Mar Adentro"

 

Que posso dizer sobre o filme? Gostei e deixou-me a pensar nele, pelo que penso que o posso classificar como bomJavier Bardem esteve excelente.

 

Não me consegui abstrair que por trás desta história houve um Ramón Sampedro, que me lembro de ver travar uma luta na justiça para morrer com a dignidade que enfrentava a própria luta.

 

O filme, mostra a plenitude do amor e do egoísmo.

Unidos como raramente os vi, em todas as personagens.

- Um homem que não aguentava viver preso num corpo já sem vida há tanto tempo. Egoísta. Queria morrer, quase indiferente ao amor que tantos sentiam por ele. Percebo-o tão bem. Quão forte é preciso ser para aceitar sem pedir a morte a condição em que esteve 26 anos? Considero humanamente impossível.

- Familiares e amigos que queriam que ele ficasse vivo. Amor, porque seja como for o querem por perto. Egoísmo, porque não aceitam que ele já não vive e não querem permitir que parta em paz.

- Familiares e amigos que aceitam e respeitam a sua vontade, querendo ajuda-lo. Amor, porque respeitam o que ele sente e quer. Egoísmo, porque não lutam para que viva.

 

A única certeza que tenho é que não tenho a mínima ideia de que lado estaria se um dia me visse confrontada com esta situação. Percebo tão bem qualquer um dos sentimentos...

 

 

De mim, da vida... de tudo!

foto do autor

AlGo à Mesa

AlGo destacado

  •  
  • Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Queres falar comigo? Escreve.